Você faria isso?

>> domingo, 1 de agosto de 2010


Ontem de manhã meu marido foi até a padaria comprar coisas para o café da manhã. Comprou e foi ao caixa para pagar. Na sua frente tinha um casal também pagando a conta. Esperou, e ao ser atendido, a caixa estava comentando alguma coisa com sua parceira e ele brincando (essa padaria é onde sempre compramos, tomamos café, às vezes almoçamos e até jantamos) disse que queria saber sobre o que era e ela disse que iria contar porque não estava acreditando no que tinha visto.

x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x

Sábado de manhã um casal resolver ir tomar  café da manhã na padaria. Sentam-se no balcão, pedem uma média, um pão com manteiga na chapa e uma fruta para cada um.
Comem, conversam e quando terminam se dirigem ao caixa para pagamento.
Assustam-se com o valor e verificam a conta. Ao indagar sobre cada um dos valores a caixa lhes diz que a fruta custa R$ 4,50.
R$ 4,50? - Reclamam, acham um absurdo, pagam e saem.

No próximo sábado (ontem), chegam, sentam-se no balcão, pedem uma média, um pão com manteiga na chapa, um pratinho e um talher para cada um. Desembrulham um potinho e dalí tiram uma fruta que saboreiam felizes e tomam o seu café.
Dirigem-se ao caixa e pagam a conta - hora que meu marido chega.

E agora me digam, vocês teriam coragem de fazer isso?

beijos

11 comentários:

gamela presentes 1 de agosto de 2010 10:23  

Macá, certas pessoas tem prazer em criar uma situação constrangedora.
Achou caro da primeira vez?
Ótimo, paga a conta e vai embora.
Tome o seu café em casa, com certeza sairá mais barato.
Atitudes como esta só tem um objetivo: humilhar as pessoas que trabalham na padaria.
É triste e lamentável.
Beijos.
Fátima.

Anônimo 1 de agosto de 2010 11:30  

Acho que não faria, ams acho tambem que devemos nos indignar com abusos, sejam quais forem e protestarmos sim. Neste caso, acho que se fosse nescessario voltaria a tomar café no mesmo lugar, mas não pediria a fruta. Se não manifestarmos nossa indignação de alguma maneira, não adianta "ficar na porta só falando mal..." .

Anônimo 1 de agosto de 2010 16:49  

eu, com certeza não teria coragem de fazer isso, mas o que mais me espantou foi o fato de serem duas pessoas com coragem para fazê-lo. Acho que o normal seria um ter a idéia e o outro dar pra trás. Mas pelo jeito os dois pensam igual.

Chica 1 de agosto de 2010 18:36  

Puxa, vemos de tudo,né?um beijo,linda semana,chica

Veronica Kraemer 1 de agosto de 2010 19:35  

Macá, eu nunca teria coragem de fazer isso, acho um desrespeito, mas enfim, quem sou eu para julgar?
Amiga, venha me visitar um dia sim, te espero , viu?
Beijosssssssssss e uma linda semana pra ti
Vero

Crica Viegas 1 de agosto de 2010 21:27  

Genteeee
rs
olha só
de repente foi um protesto, sei lá...
eu acho que eu nãi faria isso não
bjs

pensandoemfamilia 1 de agosto de 2010 23:05  

Olá
Eu não faria, mas certamnete protesto quando considero absurdo o preço e não volto.
Neste casal, parece-me que comumgam do mesmo credo e agiram de acordo como o que consideraram melhor.

Beth/Lilás 2 de agosto de 2010 00:44  

Caramba, que atitude estranha!
Eu protestaria na hora, reclamaria do preço, pagaria e não voltaria, oras!
Acho que isso é gente barraqueira, bélica, louca por uma confusão.
bjs cariocas

Tati Pastorello 2 de agosto de 2010 19:28  

Oi Macá, eu estive aqui ontem, mas não deu para comentar. Só ri!! Fiquei pensando na situação. É difícil julgar. Acho que eles tem o direito de comer o pão e tomar o café que gostam, não são obrigados a pagar caro pela fruta, só que neste caso eles não teriam direito ao prato e à faca, por que no preço da fruta está incluído o salário do funcionário, o custo de desgaste dos utensílios e custo de manutenção (limpeza), então, se quisessem come-la, teriam que levar talheres e pratos de casa.
Ou procurar uma nova confeitaria!! Ainda mais em SP, que tem muitas, e ótimas...
Beijos.

Macá 2 de agosto de 2010 19:33  

Olá pessoal
Adorei ler os comentários de vocês. Eu fiz a pergunta porque quando meu marido me contou, eu fiquei indignada com a atitude deles. Meu marido disse: que coragem do casal, eu jamais faria isso, e nem acho que eles estão certos. Que não fossem mais lá.
Eu achei ridículo, sei que JAMAIS faria isso, não tenho cara pra fazer un negócio desses, e se gostasse (como gosto) tanto do lugar, pediria meu café e não mais comeria a fruta e se tivesse uma oportunidade um dia, comentaria com o dono que tinha achado muito caro o valor (é caro mesmo não?).
Eles acharam uma forma de protestar, mas não achei correto.
um beijo a todas

Isadora 2 de agosto de 2010 21:03  

Macá, eu não teria coragem de fazer isso, apenas porque é um estabelecimento comercial, no qual você pode adquirir a fruta. Fica chato né, entrar, pedir o que seja e sacar algo da bolsa para comer junto.
Esquisito!
Um beijo

Related Posts with Thumbnails