Meu melhor amigo?

>> segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

No mesmo ano que mudei para a atual casa que moro, compramos também um cachorro. O Ivan estava com 4 anos, o Felipe com 9 e ambos queriam muito. Escolhemos a raça boxer por ser um bom cão de guarda mas também muito amoroso.
Era uma fêmea e o nome dela era Kilim.
Mas, os animais dessa raça, são muito suscetíveis a tumores e foi o que aconteceu com ela, com apenas 9 anos. Foi uma dor e uma perda muito grande para todos, então nós, pais, resolvemos que iríamos ficar um bom tempo sem cachorro em casa. Isso aconteceu em julho.
No início de novembro, estava eu no escritório e o Ivan me liga:
- Mãe, posso pedir uma coisa?
- Diga filho.
- Ah! vou pedir, mas você não pode dizer não tá?
- Como assim?
- Mãe, ele é tão lindo! Venha aqui ver.
Bom, como o escritório era perto, e como eu estava sem entender nada, fui e ao chegar em casa o que vejo? O Ivan e a Cida (minha ajudante e amiga) com um filhotinho lindo que uma vizinha tinha pego, mas que a mãe não queria de jeito nenhum, então ela estava procurando alguém para doar, e como sabia que a nosso tinha morrido, bateu lá.
Só que o filhote já estava do lado de dentro do portão, e nesse momento eu vi que não tinha mais como devolver.
O jeito foi sair comprar uma caminha, comida, saber sobre as vacinas, estabelecer as regras sobre quem iria cuidar.
Mas tudo se ajeitou e olhe como ele está lindo. Reparem nas patinhas (fazendo pose para a foto?).
DICK
beijos

5 comentários:

Astrid Annabelle 13 de dezembro de 2010 08:36  

Bom dia Macá!
Ai! que lindo! Me lembrei na hora do meu Apolo...a diferença é uma manchinha branca que o meu boxer tinha na patinha da frente e no peito tinha apenas uma pequena estrela branca.
Lindo Lindo Dick!!!
Parabéns...
Puro amor!
Beijos à todos.
Astrid Annabelle

Beth/Lilás 13 de dezembro de 2010 14:12  

Nossa Macá! Seu Dick é um estouro!
E que saudades me deu agora da minha linda Emmy que se foi no final do ano passado!
Cães e gatos são apaixonantes e não vejo a hora de poder ter algum desses de novo em convívio aqui em casa.
bjs cariocas

Iram M. 13 de dezembro de 2010 14:16  

Macá,
morro de pena da minha filha que tanto quer um, mas com essa nossa vida de ir e vir, fica difícil ter cachorro e imagine só, eu saindo no frio, debaixo de neve pra levar cachorro pra passear. MORRO!

Beijo

Tati Pastorello 13 de dezembro de 2010 16:05  

Macá, mais uma coisa em comum. Eu sou louca por Boxer. Meus pais foram criadores, passei minha infância no meio de muitos deles. Hoje moro num apartamento e não vejo espaço para um animal (por enquanto). Na casa de minha mãe tem uma boxer e um buldog francês. Ah, quantas alegrias eles nos dão, não é? Amei a pose do Dick, muito aristocrático, como são todos os boxers (sem falar no jeito bonachão, eles conseguem misturar estas duas coisas... hehehe).
Beijos.

welze 13 de dezembro de 2010 16:11  

que amigão. realmente lindo

Related Posts with Thumbnails